HUMILHAÇÃO

      Em Jacareacanga, vive-se atualmente uma situação de humilhação muito grande quando se trata de usufruir de serviços bancários.

          Há muito, os servidores públicos municipais recebiam seu soldo em cédulas, dinheiro vivo. Era um pouco tumultuado, fila grande, mas cada um recebia seu salário integralmente em cache.

           Depois de algum tempo, os funcionários foram informados que receberiam seu salário em banco.

      E, meus amigos, pasmem. Jacareacanga não possui uma Agência Bancária. Por incrível que pareça, várias instituições financeiras vieram até o município: BASA (Banco da Amazônia), Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica, Sicredi.

        Todos fazem uma propaganda muito grande de sua instituição, deixam as pessoas empolgadas e logo em seguida lançam o balde de água fria, ao falar da logística, das dificuldades, e no final, se chega a mesma conclusão. Eles não vem!

       Tudo o que temos, é o atendimento da Caixa Econômica, no início através de ponto de atendimento, e hoje através de uma Lotérica. Além do Bradesco que disponibilizou dois locais de atendimento em pontos comerciais, que somente efetuam pagamentos de salário, com o próprio giro financeiro, e dois caixas eletrônicos que ficam mais tempo em manutenção  e / ou com saque indisponível, e é neste banco que é depositado o salário dos funcionários públicos municipais.

         É aí que nos deparamos com a situação de ter o dinheiro na conta e não ser possível executar um saque. Não podemos afirmar categoricamente, mas ao que parece, a dificuldade se dá diante do descaso e da falta de programação por parte da instituição financeira em questão. Afinal, se sabe que o salário estará na conta dos servidores, porque não se organiza pra que não falte nos caixas eletrônicos.

     Enquanto isso os servidores vão e vem com sentimento de humilhação por não poder sequer usufruir do fruto de sua labuta mensal.

      Até quando? Até quando teremos que conviver sem uma agência bancária em nossa cidade? O que falta pra que venham?

          Quem aqui convive constata que a movimentação comporta pelo menos uma instituição financeira e diante dos investimentos futuros a curto e a longo prazo, a movimentação tende a aumentar, e muito. Só nos resta aguardar e torcer para que esse dia chegue.

Publicado por Marciano José Zanella

44 anos, Casado, 3 filhos, domiciliado em Jacareacanga no Estado do Pará, Formado em Educação Física pela Universidade de Passo Fundo - UPF, Professor de Escola Municipal e Diretor de Escola Estadual.

2 comentários em “HUMILHAÇÃO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog QAP Osvaldo Matos

Publicitário, desde 1988, Sociólogo, especialista em segurança, defesa e pós graduado em Comércio Exterior. Diretor Presidente da Bm4, Editor Geral da Revista Qap em Alerta e Presidente do Instituto Pernambucano de Segurança-Frei Caneca

Maryworks

Garimpando a Internet

cleberzanella

The greatest WordPress.com site in all the land!

RASTILHO DE PÓLVORA

Jacareacanga - Pará - Brasil

Junior Ribeiro - Itaituba/PA

Jacareacanga - Pará - Brasil

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

zanellablog.com

Jacareacanga - Pará - Brasil

%d blogueiros gostam disto: