MOTIVAÇÃO E EDUCAÇÃO NO CONTEXTO ESCOLAR

MOTIVAÇÃO E EDUCAÇÃO NO CONTEXTO ESCOLAR

 Texto de ZANELLA, Marciano José [1]

Orientado por: BECKER, Jussara Mª P. [2]

           Conforme anunciado, como mudança de rota, na produção de textos do Blog, iniciamos ao dar publicidade ao Artigo da Pós Graduação em Gestão Escolar  pela UNINTER, de minha autoria, produzido a partir de pesquisa Bibliográfica. 

            É importante frisar, que o que me levou a tomar como tema da pesquisa MOTIVAÇÃO E EDUCAÇÃO NO CONTEXTO ESCOLAR, foi uma conversa com um então Secretário Municipal de Educação. Ao questionarmos tomadas de decisões do mesmo, sugerimos que fossem feitos momentos de formação aos educadores, palestras motivacionais.

            Naquele momento, o Secretário me questionou se por acaso, palestras motivacionais seriam a solução para os problemas educacionais. Disse-lhe que eram parte da solução. Mas a situação permaneceu em meu pensamento e passei a observar comportamentos no ambiente escolar e assim que tive a oportunidade passei a dissertar sobre o mesmo.

            Decidi pelo assunto e pela modalidade de pesquisa, a Bibliográfica, e pela minha surpresa, não há uma literatura muito vasta que aborde sobre as interferências dos fatores motivacionais dentro do ambiente escolar. Feito o Artigo, agora publicaremos pequenos trechos de cada vez, assim como o que segue, que faz uma abordagem geral a respeito do assunto:

            Ao longo do tempo, a busca pela qualidade educacional, vem sendo almejada, como instrumento de mudança para a sociedade, com o intuito de torna-la mais justa, democrática, pacífica e fraterna, pela criticidade dos cidadãos, advinda do processo educativo ao qual somos submetidos desde os primeiros anos de vida, até atingirmos a fase adulta.

            Este Artigo tem como objetivo, relacionar as interfaces e influências da Motivação como componente que pode interferir de forma direta ou indireta nos resultados finais da Educação.

            De que forma a motivação pode ser trabalhada pelo grupo Gestor e/ou pelo Corpo Técnico Pedagógico, de tal forma a surtir resultados visíveis em termos de ensino aprendizagem.

            Perceber o professor como agente motivador do processo educacional e ao mesmo tempo, como objeto da ação motivadora de Gestores e do Corpo Técnico Pedagógico.

            Compreender a influência que o fator motivação pode exercer no dia a dia dos educandos, afim de que os mesmos possam ter alterados os índices de resultados finais de forma positiva ou não.

            Metodologicamente o estudo caracteriza-se como descritivo exploratório e, se apoia em uma base teórica consistente por meio da pesquisa bibliográfica constituída pela análise de textos publicados, tanto na literatura especializada, como em periódicos (impressos e/ou disponibilizados na Internet).

 

 

[1] Licenciado em Educação Física UPF – Universidade de Passo Fundo – RS; Cursando Pós Graduação em Organização Pedagógica da Escola: Gestão Escolar pela UNINTER.

[2] Pedagoga (UTP) Mestre em Educação- Currículo e Conhecimento (UFPR), Especialista em Sociologia Política ( UFPR),  MBA em Gestão Social e Sustentabilidade (UNICENP/SISTEMA FIEP/UNINDUS), Prof.ª  Pesquisadora/ Supervisora Estágio (IFPR)  Profª Orientadora de TCC do Grupo UNINTER.

4 comentários

  1. Diante de uma estrutura que se quer remunera adequadamente os educadores, imagina -se que preocupar-se com a motivação dos mesmos e uma realidade ainda distante de acontecer.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s