HORA DE ACORDAR BRASIL!!!

Tenho observado as publicações faceanas com teor político.

Tentem verificar também.

Os textos defendendo a esquerda e os seus, tem sido cada vez mais frequentes e com número cada vez menor de compartilhametos, de curtidas e quando há comentários, são poucas pessoas que o fazem e, quase sempre as mesmas.

Quando há publicações (em menor numero) defendendo o único pre candidato de direita, a quantidade de curtidas são elevadas, há um número maior de compartilhamentos e os comentários se proliferam, com uma quantidade grande dos que o defendem e outro tanto de comentarios provocativos, acusatórios, carregados de ódio e com uma carga de enquadramento(*); justamente de quem acusa este candidato de incitar o ódio.

Ou seja, acusam os outros de fazerem aquilo que eles mesmo fazem.

Por outro lado, vejo os mais variados telejornais apresentarem resultados de pesquisas, que são realizadas com menos dois mil eleitores ou um pouco a mais do que isto; tipos de pesquisa que já tive o desprazer de ver de perto como funcionam, e que por isso mesmo, acredito que não serem nem um pouco confiáveis. Percebo que muitas pessoas ainda se deixam levar por essa mídia que é totalmente tendenciosa. Essa mesma midiamidia que é constantemente ACUSADA propositalmente pela esquerda, com o único objetivo de confundir as pessoas, mas que no fundo, ideologicamente, andam todos de mãos dadas.
Caso queiram ver uma pesquisa real, acessem esse site que está em consante  atualização, entrem em http://www.enqueteeleicoes.com.br, votem em seu candidato preferido e vejam os resultados dessa pesquisa que já conta com mais de 3 milhões de votos.

Talvez esses índices mostrem um pouco dos motivos desta quantidade de publicações apelativas de muitos, bem como, a quantidade de respostas obtidas.

Quem sabe, aquilo que muitos julgam como cegueira, não seja exatamente um abrir os olhos em relação à realidade vivida nos ultimos anos em nosso país.

Talvez essas acusações feitas a quem pensa que já é hora de tomar novos rumos, não sejam, gritos de desespero de quem não quer que mudanças essenciais e urgentes aconteçam.

Vejo tantas falácias induzindo pessoas a pensarem de forma negativa em relação aos conservadores, mas vejo poucas pessoas preocupadas em conhecer o que é realmente ser um conservador; o que defendem; sobre o tripe de sustentação do conservadorismo, que são: a Filosofia Grega, o Direito Romano e a Moral judaico-cristã. Por mais de dois séculos, inumeras ferramentas de engenharia social foram criadas visanvisando esmaecer uma ou mais base desse tripe, na busca pelo domínio absoluto.

Mas como conhecer mais sobre o pensmento conservados se as bibliografias a respeito não são encontradas facilmente no Brasil. Mas ébom frisar que não são encontradas, muito em função do boicote provocado pelas universidades de modo geral, em sua grande maioria, aparelhadas e dominadas pelas ideologias de esquerda, principalmente as publicas.

Não era sem tempo que as pessoas buscassem algo mais tangível do que apenas ideologias.

Quando diversificamos nossa leitura e a fazemos sem vendas, sem filtros, começamos a perceber o que está por trás das propagandas bem construídas das ideologias políticas.

Essas ideologias ja foram tantas vezes testadas e em tantos países, sem jamais ter dado certo. Não sem que se tenha que lançar mão de modelos de governos totalitários, apenas possíveis pelos processos anteriores de emburrecimento e doutrinação da população envolvida.

Quando analisamos a decrescência dos níveis de exigência de aprovacao da educação brasileira, as facilidades para que o aluno chegue à certificação, não necessariamente com o conhecimento devido, impostos pelo sistema educacional, passa a exata impressão da busca pelo endurecimento das novas gerações.

Não bastasse a padronização, tomada pelo enquadramento, dos conteúdos oferecidos aos cidadãos durante todo o período de pernanencia na Educação Básica oferecida atraves dos Livros Didáticos. Fatores limitantes do acesso ao conhecimento Real, principalmente por proporcionar comodidade aos docentes e discentes.

Esse processos, torna cada um de nós docentes, ferramentas ideológicas nas mãos do sistema.

Quando mais de nós, estiverem  acordados deste sono em que estamos “deitados eternamente em berço explendido” para o que está posto, teremos muito trabalho para fazer o trabalho de desideologização. Talvez os mesmos 50 anos que levaram os queriam a ideologização.

Para pensar, repensar, analizar e agir.

 

Marciano José Zanella

 

* Enquadramento – ferramenta de engenharia social idealizada pela inteligência russa, que busca reescrever a história conforme suas conveniências, utilizadas para enaltecer os seus e destruir a reputação dos adversarios e/ou inimigos.

INTERNET EM JACAREACANGA

Depois de algum tempo, volto a escrever em meu Blog, para fazer uma reflexão a respeito da situação de acessibilidade da Internet no município de Jacareacanga.

Por algum tempo, venho pensando em escrever sobre isso, enfim chegou a hora. Afinal, é algo que atinge toda a comunidade.

Nesta cidade entranhada no meio da Floresta amazônica, à distâncias bem consideraveis de outras cidades,  mas que mesmo assim há algum tempo temos acesso à internet de algumas formas.

São elas: um provedor de internet privado; pela telefonia móvel da Vivo; pela telefonia móvel da Claro; além de alguns pontos de acesso direto via satélite.

Sendo assim, vamos falar um pouco sobre cada uma delas para entender a situação que vivem os usuários locais e quem aqui chega eventualmente.

A operadora privada local, tem oscilado bastante a qualidade dos serviços entre ruim e regular; afinal, é fácil verificar, basta tentar assistir algum vídeo on line; se alguém conseguir assistir o vídeo todo sem cortes, tem que comemorar, é algo raro. Até porquê, é ofertado um terço de mega para cada assinante, a um custo de no mínimo R$400,00 ao mega internet. Basta fazer os cálculos e qualquer um chega a esses valores.

Em Janeiro, qd estava na casa de meus pais, no Rio Grande do Sul, pedi como era o contrato de internet e me disseram que pagavam R$87,00 Por 10 megas de internet, porém, estava abrindo uma nova empresa na cidade oferecendo 16 megas por R$80,00.

A partir desses valores, fiz algumas comparações com a nossa realidade, e mesmo ciente das dificuldades de manutenção da linha de transmissão, dada as distâncias e a acessibilidade, creio que a disparidade do que e oferecido e os custos aos consumidores, sejam demasiadamente exorbitantes.

A operadora vivo, que está a mais tempo atuando na cidade e tem uma vasta clientela, oferece apenas internet 2G, e nesta circunstâncias, é praticamente impossível acessar qualquer coisa com a Internet da vivo nesta cidade. Há cerca de três anos circulou a informação de que estaria chegando na cidade o equipamento para implantação do 3G; não sabemos por onde ficaram esses equipamentos, mas até o momento, não usufruímos de tal circunstância.

Há cerca de quatro anos, minha família recebeu a visita de um técnico da Claro, enquanto eu viajava. Segundo ele, com base em um aparelho que o mesmo portava, no meu terreno o sinal da Claro era 100%, conforme ele se distanciava, diminuía a porentagem do sinal. Mais de um ano depois, após algumas manobras estranhas, a Torre foi instalada em um terreno que fica mais ou menos uns 300 a 400 metros de onde o sinal era 100%. Sob o mesmo endereço, s/m. Outra pessoa que não sou eu está usufruindo do aluguel do terreno, e isso, aparentemente é um problema que atinge apenas a mim, mas não o é.

A claro, que é  3 G e tem uma clientela menor que a da Vivo, também já oferece uma dificldade de acesso considerável, oscilando entre regular e ruim, e muito raramente o sinal fica melhor, assim como é em outras cidades que eventualmente nos encontramos.

Sendo assim, o que parecia ser um problema apenas meu, talvez seja de todos, pois se a Torre tivesse sido instalada onde o sinal era pleno, teríamos uma qualidade melhor dos seu serviços.

Em alguns órgãos públicos, foram instalados através de programas federais, sistemas de internet direto, via satélite, de empresas como a Oi e a Embratel. Na Escola que dirijo e tenho mais conhecimento, é interessante ver que, quando foi intalada, foi informado que o contrato do Governo Federal com a Oi era de 2 megas de internet. Porém, em todas as verificações feitas, nunca superou os 350 kbps, ou seja, é entregue muito aquém daquilo que é vendido, e não raro temos dificuldade de acesso para desenvolver nossos trabalhos, na maioria on line, também nesses lugares.

Algo deve ser feito!

Mas, o que?

Quem?

Dirigir-se a Quem?

Comecemos por refletir sobre a situação, e divulgá-la. Quem sabe, nao surgem possibilidades de melhoria em alguns desses setores.