“JACAREACANGA: O CONFLITO.” VIDAS BRASILEIRAS IMPORTAM

                Pasmos, acompanhamos o que vem acontecendo no município de Jacareacanga nos últimos tempos e mais especificamente no dia de hoje, 26 de maio de 2021.

                É simplesmente inacreditável!!!

                Transformaram todas as pessoas que trabalham com garimpo em marginais!!

                O que aconteceu com o princípio básico de que todo problema deve ser resolvido primeiro com diálogo?

                Onde está o Direito Natural que prevê o Direito à Propriedade? Isso não está na constituição?

                De onde vem a ordem de que todas as máquinas que trabalham na extração de minérios devem ser destruídas? Como se todos os proprietários fossem bandidos…

                De onde vem a ordem de que tudo o que há no entorno, suas precárias habitações no meio do mato cobertas de lona, com suas roupas, alimentos, utensílios domésticos devem ser queimados?

                Hã-hã, enquanto eu escrevia o texto recebi a informação, de onde vem a ordem. Ora-ora, e não é que vem do Sr. Ministro do STF – Luiz Roberto Barroso, imagino que ele conheça tudo da realidade local, todos os fatos, sem nenhuma distorção.

                Mas o que mais me deixou estupefato, foi ver quem são os impetrantes da ação: Associação dos Povos Indígenas do Brasil-APIB; Partido Socialista Brasileiros – PSB; Partido Socialista e Liberdade – PSOL; Partido Comunista do Brasil – PCB; Partido Democrático Trabalhista – PDT; o partido Rede Sustentabilidade; a Associação Brasileira de Antropologia –  ABA; Conselho Indigenista Missionário CIMI; Conectas Direitos Humanos – Associação Direitos Humanos em Rede; Fundação Nacional do Índio – FUNAI; ISA Instituto Sócio Ambiental; entre outros, inclusive do governo, que podem ser verificados no próprio site do STF.

                Mas quando se vai ler o despacho do Ministro do STF, nós que conhecemos a realidade, sabemos que não tem nada a ver uma coisa com a outra. Primeiro porque fala que as ações deveriam ocorrer apenas em Terras Indígenas, e estão ocorrendo fora da Terra Indígena também; segundo, que nem toda máquina que está dentro de terra indígena é de pariwat(não indígena), muitos são os indígenas que possuem suas próprias máquinas.

                Então vamos entender de forma mais ampla:

                Em Jacareacanga, no Estado do Pará, a extração mineral aurífera ocorre há mais de 4 décadas, sendo a principal fonte de renda da população local; tanto que na década de 80, o aeroporto de Jacareacanga era o segundo mais movimentado do mundo em pousos e decolagens de aeronaves pequenas, ficando atrás apenas de seu município mãe e vizinho Itaituba, justamente em função da Garimpagem aurífera.

                Apesar de diminuir a extração em alguns momentos desta breve história de 4 décadas, essa atividade econômica sempre foi a principal fonte de renda. E muitos dos que ali residem por mais tempo, conhecem apenas esta atividade, pois sempre viveram disso. Outros chegaram depois e fizeram deste seu meio de renda. E é daí que as pessoas tiram o dinheiro para a subsistência de sua família, comprar ou construir suas casas, adquirir seus meios de transporte, e ao longo do tempo, também foram melhorando seu maquinário para a extração mineral.

                Mais recentemente adentraram alguns grupos maiores de mineração e trouxeram algumas práticas um tanto nefastas principalmente em relação ao trato com as pessoas.

                Que esses problemas fossem investigados e os culpados punidos, ninguém é contra.

                Porém, uma ação sendo deflagrada onde todos os garimpeiros são punidos com a queima de seu maquinário e de seus bens como: barraco com tudo o que há nele, equipamento de recepção de internet, motor gerador de energia e tudo mais que aí se encontra. Isto é algo inaceitável!

                Nunca é demais ressaltar que eu me considero um Conservador e apoiador do atual Presidente da República. Gosto muito da linha de raciocínio das ações do Ministra Sales. Ele, em uma conversa com populares no município defendeu as operações e disse: “quando ela entra em terra indígena, quando ele entra onde ele sabe que não pode, quando a pessoa faz uma coisa que sabe que não pode, ela corre o risco”.

                Eu concordo com essa linha de raciocínio, em partes.

                Há um porém que faz toda a diferença. O Governo nunca se fez presente, enquanto Estado para proporcionar aos cidadãos de nosso município a possibilidade de fazer a regularização destas áreas. A Fala do Ministro estaria correta se tivesse sido ofertado as possibilidades aos residentes, trabalhadores de todas as áreas econômicas do município, a possibilidade de adequação legal e estes tivessem escolhido não regularizar.

                É considerado invasão de uma área, quando esta tem proprietário e quem entrou, não foi convidado. O que não é o caso. Neste caso, a terra Indígena Munduruku, pertence aos Indígenas da nação Munduruku;  Eles não tem escritura, mas tem um documento oficial de demarcação de seus  25.323 km2, por sinal, bem maior que o estado de Sergipe que tem 21.910 km2.  

                Com relação a entrar em terras indígenas, a grande maioria das vezes, os garimpeiros ou qualquer um que precisa adentrar, somente adentram em terra indígena com convite ou com autorização dos próprios indígenas. Como caracterizar como invasor quem entrou por convite ou com autorização? Por acaso você que está lendo, expulsaria de sua casa, alguém que você convidou para entrar ou permitiu sua entrada? Creio que sim, quando o comportamento não é adequado. Mas aí se expulsa apenas aquele que teve o comportamento inadequado e não necessariamente todos, mas para isso é preciso conhecer mais de perto, investigar, para não cometer as injustiças que tem sido cometidas.

                Com relação às áreas fora de território indígena, diante da ausência da possibilidade de tornar tais ações regulares, esperava-se que o Estado em algum momento chegasse até os munícipes para dialogar e com as ferramentas para regularização de todos os que sempre trabalharam neste ramo e em outros.

                Ao invés disso, vimos apenas ações punitivas ao longo dos últimos 5 ou 6 anos, cada vez mais intensas, deixando a população local cada vez mais revoltada, ao ponto de, no mês de março, impedirem o acesso de uma operação que chegava ao município.  

                Agora então, respaldados pelos pedidos daquelas entidades acima citadas, com o Aval do Ministro Luiz Roberto Barroso, O efetivo da PF, do IBAMA, da Força Nacional e do Exército, que vieram em grande número, somado ao fato da população estar cansada de ser afetada, reagiu produzindo cenas que normalmente se vê em filmes; e talvez, o Hospital Municipal de Jacareacanga nunca tenha atendido tanta gente em tão curto espaço de tempo como no dia de hoje.

                As pressões internacionais, dos partidos de esquerda, e da grande mídia que vem distorcendo os fatos,  são tão fortes em cima daquilo que chamam de “preservação”, mas não se preocupam nem um pouco com as vidas humanas que vivem dentro desta floresta e que, dela retiram sua subsistência.

                Gostaria de perguntar se essas autoridades que provocaram e conduziram isso tudo, fazem ideia de quantas mil famílias passarão fome em função desta ação. Quantas famílias perderam ou ainda vão perder quase tudo por cause dessas operações.

                Às pessoas, às famílias, não tem tido se quer o direito à defesa, de se explicar, de explicar sua situação. Enquanto que ao bandido que rouba, mata, estupra, é ofertado uma gama tão grande de direitos!

                Até quando o povo suportará? A reação do povo já não foi em vão!

                Se em um município que é maior que o Estado do Rio de Janeiro, e que ainda tem cerca de 95% do território coberto por florestas, os seus munícipes, inclusive os indígenas, não puderem explorar as riquezas minerais; Que tal fechar todas as outras jazidas de todos os outros minerais que há nos demais municípios, nos demais estados, nos demais países.

                A Amazônia é dos Brasileiros e para os Brasileiros.

                Vidas Humanas Brasileiras importam!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s