A ESCOLA, A COMUNIDADE E A CAMPANHA DA FRATERNIDADE

“A Escola Estadual de Ensino Médio Brig. Haroldo Coimbra Veloso de Jacareacanga, está inserida no município que conta com mais de 99% de matas preservadas, mesmo sendo maior que o Estado do Rio de Janeiro, mas que apesar de ser um município de preservação enorme de matas, também é uma cidade bastante suja, apesar dos incessantes trabalhos realizados pela administração pública em limpá-la.

                A sujeira pela cidade, os terrenos cheios de mato, muitos ambientes precisando de um cuidado maior, se deve principalmente à cultura e ao comportamento de boa parte das pessoas que aqui vivem. Tudo isso significa que algo a mais deve ser trabalhado para mudar hábitos.

                Neste sentido, a Escola pode e deve ser um local onde se ensine não apenas conteúdos previstos nos Planos de Cursos. A Carta Encíclica do Papa Francisco, , que fala sobre o Tema da Campanha da Fraternidade Ecumênica: “Casa Comum Nossa Responsabilidade” diz na pag. 31 “A verdadeira sabedoria, fruto da reflexão, do diálogo e do encontro generoso entre as pessoas, não se adquire com uma mera acumulação de dados…”

                É por isso que a Escola Haroldo Velosos de Jacareacanga, serve-se da metodologia de Projetos, para ensinar algo a mais do que estão previstos nos conteúdos programáticos. O Projeto Horta Escolar e Meio Ambiente que trás como tema: “Comportando-se de Maneira Sustentável”, e com o seguinte objetivo: Estimular a ação com sustentabilidade é plantar um presente que garanta a subsistência das novas gerações, num planeta que pede socorro e se aquece a cada dia. Pois além de plantar árvores, despoluir rios, proteger animais, devemos semear a consciência de que a garantia da vida é respeitar as fronteiras da natureza e de si mesmo”. Esperamos com esse projeto, despertar a vontade em produzir alimentos, despertar a responsabilidade pela manutenção da qualidade do ambiente que se vive. Afinal, ambiente limpo não é aquele que limpamos bastante e sim, aquele que sujamos pouco. Não podemos esperar apenas pelas autoridades constituídas, todos precisam contribuir.

            No desenvolvimento do Projeto, consta a ajuda de alunos na limpeza da Escola, cada aluno participa um dia na semana varrendo e recolhendo o lixo, cada turma em sua sala apenas. E isso não se dá pela falta de funcionários e muito menos sob pena de perder nota. Diferente do que algumas poucas pessoas propagaram pela cidade e em meios de comunicação escrita. Por sinal todo o sistema avaliativo escolar está totalmente adequado ao que prevê a LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação) e todos os projetos são passiveis de serem avaliados, mas não da forma que foi posta em reportagem.

            O trabalho da Escola se dá em conscientizar e não em obrigar. A Encíclica Papal “Lodato Si” em sua pag. 79 diz: “O Trabalho é uma necessidade, faz parte do sentido da vida nesta terra, é caminho de maturação, desenvolvimento humano e realização pessoal,… O verdadeiro objetivo deveria ser sempre consentir-lhe uma vida digna através do Trabalho.”

            A Escola busca neste projeto, como em outros, além de formar pessoas preparadas para ENEM e/ou vestibulares; formar cidadãos conscientes da responsabilidade pela manutenção e preservação de “Nossa Casa Comum” (Escola, Comunidade). Quem sabe, se com cidadãos mais conscientes, não tenhamos também uma cidade mais limpa e preservada para as futuras gerações, e consequentemente, o Estado, o País, o Planeta.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s